Vamos falar sobre essa tal de fast fashion?

Letícia Chieppe moda

Vocês já pararam pra pensar em como as coleções de roupa mudam tão rápido? Novos modelos, estampas, estilos e acessórios são frequentemente apresentados a nós como completamente necessários em nosso guarda-roupa. Mas será que nós realmente precisamos consumir na mesma velocidade de produção das grandes marcas?

É daí que vem o conceito de fast fashion: fabricação, consumo e descarte num piscar de olhos. Processo que acarreta em inúmeros problemas ao nosso planeta e sociedade, estamos falando de mão de obra contratada por quantidades insignificantes de dinheiro e com condições de trabalho análogas às de escravos, sem contar o consumo absurdo de recursos naturais e de poluição que esse tipo de produção gera. 

Além disso, os produtos da fast fashion não foram feitos para durar. Quem nunca escutou os pais ou avós falarem daquele tênis da época deles que durava a infância inteira? Ou aquele vestido que a sua mãe tem desde que você nasceu e que não parece que vai estragar tão cedo? Atualmente já não funciona mais assim, as roupas se tornam cada dia mais descartáveis, para que você precise comprar algo novo o tempo inteiro, gerando mais lucro e, é claro, impactos negativos. 

Por mais difícil e caro que isso pareça, existem maneiras de praticar a moda consciente, sustentável e ética. Basta pesquisar um pouco para encontrar novas marcas* que buscam uma produção com menos danos ao meio ambiente e mostrando ao consumidor por onde e por quem passa a sua produção até o momento da venda. Isso ainda beneficia o comércio local e marcas menores que ainda não tem muito espaço no mercado, gerando empregos e movimentando a economia não só para os “peixes grandes”.

Outra opção é desacelerar o próprio consumo e comprar apenas o necessário, você não precisa de algo porque disseram que você precisa, assim como algo não precisa ser descartado porque saiu de moda. Procure alternativas que re signifiquem roupas antigas, como customizações, compra e venda de usados, emprestar roupas para amigas, brechós e doações.

Moda é arte, moda é expressão, individualidade e identidade. As roupas carregam consigo os significados e valores que você quer transmitir ao mundo e melhor ainda se fizermos isso prezando por uma moda mais inclusiva e justa para todos, inclusive para o nosso planeta. Quanto vale uma blusa a mais no seu guarda roupa?

*Lojas que você precisa conhecer: Não vivo sem, Loja TrêsConceitoada, Casilha, Comas, Manui BrasilSuricatto, GiocondaModelariaTout , Projeto Base, Insecta Shoes.

 

You Might Also Like

14 Comments

  • Reply
    Maria Victória Gomes
    3 Janeiro, 2018 at 17:44

    Adorei! Para 2018 eu estou procurando ser mais minimalista e sustentavel. O post disse muitas verdades que vão abrir os olhos de várias pessoas. Parabéns ♡

    • Reply
      Letícia Chieppe
      4 Janeiro, 2018 at 20:58

      Obrigada Maria! <3

  • Reply
    Daniela
    4 Janeiro, 2018 at 0:35

    Adorei!! Já quero ler os próximos.

    • Reply
      Letícia Chieppe
      4 Janeiro, 2018 at 20:58

      Obrigada! <3

  • Reply
    Laura Ribó
    4 Janeiro, 2018 at 1:02

    Nossaa amei as dicas das lojas!!

    • Reply
      Letícia Chieppe
      4 Janeiro, 2018 at 20:59

      Muito legal né? <3

  • Reply
    Taís Camargo
    4 Janeiro, 2018 at 13:16

    Victoria, eu tenho roupas e sapatos de anos……as minhas duram muito e depois ainda são usadas por outras pessoas. uso costureira para apertar e soltar, encurtar e mudar. Uso sapateiro para consertar e manter. Pensar no planeta, na forma de consumir é uma maneira de melhorar nossa vida. Parabéns pelo artigo.

    • Reply
      Letícia Chieppe
      4 Janeiro, 2018 at 21:01

      Que legal Taís! Fico feliz que você já seja adepta de um estilo mais sustentável. Espero que mais pessoas se juntem a nós nesse estilo de vida. Bjs, Le <3

  • Reply
    Rosana Massariolli
    5 Janeiro, 2018 at 19:28

    Excelente texto!
    Adorei as dicas também! Parabéns!

    • Reply
      Leticia Chieppe
      10 Janeiro, 2018 at 17:27

      Obrigada Rosana! Fico feliz que tenha gostado <3

  • Reply
    Andreia
    6 Janeiro, 2018 at 0:53

    Oi Leticia,
    Amei! leitura fácil e cheia de informações é do que precisamos neste universo virtual, objetividade e conteúdo. E as dicas de lojas, PERFEITA.
    Continue assim e virei sempre aqui 🙂

    bjus

    • Reply
      Leticia Chieppe
      10 Janeiro, 2018 at 17:28

      Que bom Andreia! Espero você de novo aqui hein? Beijos <3

  • Reply
    Bárbara Oliveira
    10 Janeiro, 2018 at 13:28

    Boa, garota! Adorei o post de estréia!
    Tenho buscado um estilo de vida mais simples e mais harmonioso com o planeta e com a sociedade, então refletir sobre consumo de roupas foi um dos top 5 de mudanças na minha vida. Entender mais sobre o que é essa tal de “fast fashion” e como na ser simplesmente levada por ela me ajudou a tomar rédeas da minha própria vida, dos meus gostos, dos meus gastos e da minha própria personalidade.
    Seu texto está ótimo, bem esclarecedor e com pontos que podem ajudar a qualquer um a buscar um caminho melhor e mais consciente para si e para o mundo.
    Espero que venham mais posts nessa linha, o mundo, principalmente as novas gerações, precisam de informações que as libertem de padrões e gerem uma autonomia de pensamento, para que a gente possa de verdade entender nosso poder de escolha. Liberdade sem conhecimento gera prisão, gera escolhas equivocadas para nós e para o mundo que desejamos. Por isso, refirmo: bom trabalho! Siga em frente e os leitores só crescerão e se tornarão cada vez mais agradecidos pelas leituras e reflexões!
    Beijos

    http://www.vestidadeceu.blogspot.com.br

    • Reply
      Letícia Chieppe
      11 Janeiro, 2018 at 14:00

      Bárbara, adorei sua reflexão. O consumo se tornou tão banal na nossa sociedade que muitas vezes não percebemos como ele pode afetar o nosso planeta e até nós mesmos, principalmente se formos pensar em como fazer compras virou uma espécie de terapia. E sobre suas mudanças de vida, quanto mais a gente reflete sobre o que é ou não é essencial no nosso guarda roupa, fica mais fácil entender nosso estilo e é uma forma maravilhosa de autoconhecimento. Obrigada e continue nesse caminho! Beijos <3

    Leave a Reply